MÉTODOS DE CÁLCULOS DE CORRIDAS

 

Taxímetro é um aparelho de medida, mecânico ou eletrônico, semelhante a um odómetro, normalmente instalado nos táxis. Mede o valor cobrado pelo serviço, com base em uma combinação entre distância percorrida e tempo gasto no percurso. Na cidade de São Paulo todos os Táxis utilizam o taximetro como equipamento obrigatorio para veiculos regulamentados junto a Secretaria de Tansporte e ao Departamento de Transporte Público. O valor da corrida depende da distância percorrida e do tempo que o carro fica parado. A cobrança da corrida do táxi começa no instante em que o passageiro entra no carro. Nesse momento, o taxímetro é ligado e exibe, no visor, o valor da tarifa inicial, que, no Brasil, é chamada "bandeirada". O taxímetro é um microprocessador conectado a um odômetro - um aparelho que, preso ao eixo do carro, mede a distância percorrida. Quando o carro está em movimento, o microprocessador recebe pulsos elétricos do odômetro. Quando o carro está parado, o microprocessador conta apenas o tempo decorrido. Assim o valor da tarifa inicial vai sendo acrescido de um valor fixo por quilômetro percorrido e pelo tempo decorrido. No final do percurso, o taxímetro registra o preço da corrida, que será proporcional tanto à distância rodada como ao tempo gasto. O sistema é Fiscalizado e verificado anualmente -  IPEM-SP Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo. IPEM-SP

ipem-sp-taximetro_3.jpg

A Prefeitura de São Paulo unificou as tarifas de todas as categorias de táxi que circulam atualmente na cidade. Além disso, a cobrança da bandeira dois deixou de ser obrigatória

- Bandeirada: R$ 4,50

- Quilometragem: R$ 2,75

- Hora parada: R$ 33,00

Outra mudança é na bandeira 2, que ocorre aos domingos, feriados entre 20h e 6h dos dias úteis. A cobrança será opcional, com acréscimo de 30% na tarifa quilométrica. Os valores da bandeirada e do quilômetro percorrido, bem como o horário em que vigora a bandeira 2 em cada município são definidos pela prefeitura local, que é o poder concedente do serviço de táxi.

 OUTROS MÉTODOS DE COBRANÇA DO SERVIÇOS DE TÁXIS

 

Portaria publicada no Diário Oficial da Cidade autoriza, em "caráter inicial", a adoção, por taxistas interessados, do sistema de cobrança de tarifa pré-fixada. O custo será determinado pela quilometragem, independentemente do índice de congestionamento registrado no momento da corrida, a exemplo do que já ocorre nos guichês de táxi comum, especial ou de luxo localizados no aeroporto de Congonhas e terminais rodoviários. Para o cálculo da distância entre os endereços inicial e final o taxista poderá usar qualquer sistema de mapa eletrônico, como GPS ou aplicativos de internet. Seja qual for a escolha, no entanto, deverá ser obedecida a menor distância e o uso da tabela de valores citada na portaria.  Segue abaixo Tabela de Preço Pré-Fixada Táxi Comum

 

tabela de preço pre fixado.png

A medida visa a "oferecer um sistema confortável e seguro tanto para o passageiro como para o condutor", tendo em vista ainda "as novas tecnologias que permitem o cálculo da rota a ser percorrida". O uso do preço fixo, no entanto é opcional. O usuário de táxi poderá escolher entre os dois sistemas. Geralmente, a tarifa pré-fixada vale a pena quando há tráfego intenso. Nesse caso, o passageiro não arca com todo o ônus do congestionamento - com o taxímetro ligado, e a distância determina o valor final da corrida.

 

FICA A DICA!

 

Com seu smartphone em mãos nada é mais fácil do que conseguir um táxi, aonde quer que você esteja, pois são vários os aplicativos especializados nos serviços de Táxi. No entanto a nossa plataforma é a única com serviços exclusivos no seguimento de transporte acessível. É possível inserir o lugar de inicio e de destino assim consegue visualizar o valor (base) da corrida. Como ninguém tem dinheiro sobrando, alguns aplicativos são de uma grande ajuda para não ter surpresas na hora de pagar uma corrida de táxi, pois estimam o valor final.

 

APP123.png

Os passageiros de táxi podem fazer reclamações e denúncias nos órgãos abaixo:

OBS: Anote a Placa ou número do Prefixo do Táxi e o nome da Rádio ou Empresa

 

Departamento de Transportes Públicos (DTP)

Por e-mail: dtpsac@prefeitura.sp.gov.br;

Por telefone: (11) 2692-3302; 2291-5416; 2692-4094

Por Whatsapp: (11) 97205-7142

SPTrans – São Paulo Transportes S/A

Fiscaliza o transporte remunerado.

Disque 156

Aplicativo na opção de avaliação que será encaminhado direto para a central do APP

Clique aqui...  DTP-CONSULTA
Consute se o Táxi é cadastrado no Departamento de Transporte Público.